domingo, 28 de julho de 2013

Amor Platônico

Para muitas pessoas amar uma pessoa platonicamente é apenas questão de tempo para que o amor se torne publico, para outras é melhor amar em silencio porque pelo menos no sonho a pessoa em que você ama é sua. Ela namora com você, ela pensa em você, ela sente ciúmes...E muitas vezes quando acontece alguma coisa do tipo: "Alguém ligar pra o seu celular com o numero restrito" Você fica ali que nem uma pomba lesa acreditando que há alguma possibilidade de ser ela (a pessoa) que tenha ligado pra você, só pra ouvir a sua voz e mesmo que não aja possibilidade alguma você ainda sim acredita e torce pra que ninguém se entregue, porque você quer continuar acreditando que foi a pessoa que você pensa todos os dias te ligou... Quando você chega perto dela, seu coração fica a um milhão e você tenta disfarçar, mas sabe que no fundo não adianta nada. 
Às vezes até pensamos que ela esta nos olhando mesmo que não esteja, pensamos que hoje o “OI!” foi diferente, reparamos em cada sorriso, em cada posição que ela senta, sabemos o jeito de falar, e no fundo ficamos com medo de que ela descubra o que nos realmente sentimos porque ela pode nos achar uma/um idiota por em tão pouco tempo já nos sentirmos assim. 
E ficamos com uma duvida horrível dentro de nossas cabeças:  "Será que ela pensa em mim?" "Será que ela realmente estava olhando?"  "Será que ela me acha uma/um idiota?"  "Será que ela sabe o meu nome?" Por isso que muitas pessoas preferem ter a pessoa só pra si... nos sonhos, porque nele temos todas essas respostas que teimam em nos perturbar a cada dia. Mas como disse o sábio Dumbledore "Não vale a pena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver." As vezes fechamos portas para as oportunidades por conta de um amor platônico, deixamos pessoas maravilhosas escaparem e perdemos grandes chances de curtir um momento por conta de uma única pessoa que sem sabemos se sente o mesmo por nós.


Au Revoir
Comentários
5 Comentários

5 comentários:

Diário de Penteadeira disse...

Que lindo...ameeiii...
beijos, e boa semana! :*

www.diariodepenteadeira.blogspot.com

Marina Alessandra disse...

Que lindo! Eu já tive um amor platônico e não gostei de ter sentido isso. :(
Beijos

Marina Alessandra do blog Maior de Idade
@mariinaale
@maioordeidade

Laysa Oliveira disse...

Disse tudo, por causa de algo apenas platonico, podemos estar perdendo ao para sempre. e ainda citou dumbledore <3

Beijos
http://heyealaysa.blogspot.com.br/

Thamires Figueirêdo disse...

Adorei o texto, lindo <3
acho que quando a coragem chega, define o quanto estamos apaixonados.
beijos :*
http://exageroderimel.blogspot.com.br/

Anônimo disse...

Todas nós já tivemos amores platônicos. Devemos nos permitir tais sentimentos, porém, não permanecer neles para sempre, pois se assim não fizermos, iremos nos arrepender de não ter vivido uma relação verdadeira com alguém que está (estava) bem ao nosso lado e sequer reparamos!